Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos ⭕️ & Sapatilhas

| Women’s Health Lifestyle Blog| Um blog cheio de modernices, feminices e pedacinhos de neura com ciência.

| Women’s Health Lifestyle Blog| Um blog cheio de modernices, feminices e pedacinhos de neura com ciência.

Saltos ⭕️ & Sapatilhas

30
Jun20

Transição de menina para mulher

MartaGomes Saúde da Mulher

Transição de menina para mulher

 

Muitas vezes queremos ignorar essa transformação. Não queremos sofrer e toda a mudança dói, toda a transformação dói. Tentamos abafa-la com padrões e padrões de menina, de adolescente. Fugimos de nos responsabilizarmos por nós próprias. Pensamos, alguém o fará. Alguém sempre o fez. Alguém protegia, alguém decidia, alguém abria caminho. Menina sem reconhecer a força interior, sem se conhecer, sem saber o que quer porque nunca lhe punham essa questão-chave. Indecisa, donzela quem sabe, a querer afirmar-se, a querer sair desse corpo de menina mas, interiormente, quando será que essa transformação ocorre mesmo?

5462F733-969F-47CF-BECF-E3C2FA7624A4.jpeg

 

 

Dói. Muitas mulheres referem que a sentem no momento do parto. Outras depois de um relacionamento que as fez reconhecer que a única pessoa que se pode e deve responsabilizar por ela, é ela própria. Outras, quando confrontadas com a outra parte de si, a mais sombria, a mais escondida, a mais selvagem tantas vezes em versão bad guy. Outras ainda, precisam de todo o cocktail para sentirem a transformação e mesmo assim querem continuar a resistir.

 

Desde a adolescência a vida coloca-nos em imensas situações no sentido de nos preparar para essa transformação. A menina que se transforma em mulher. A passagem do mundo cor-de-rosa para a vida real decisiva e mutável. Essas situações vão crescendo e crescendo até registarmos essa evolução, até assumirmos o nosso crescimento, o nosso desenvolvimento, a nossa transformação. Tal como a lua em quarto crescente se vai transformando em lua cheia. A transformação de menina a mulher. Mulher que tem voz, que decide, que sabe quem é e, como todas estas premissas, sabe o que quer. Se calhar não é assim a definição de senhora. Mas, de mulher, é e será.

29
Jun20

A paixão faz parte da dor de crescimento

MartaGomes Saúde da Mulher

A paixão faz parte da dor de crescimento. A paixão vem, sem avisar, marcando uma fase de expansão, de crescimento. É intensa, curta e impulsiva. É exatamente o objectivo dela. Impulsionar uma mudança. 
Não sei como a atraímos. Não sei se é escrevendo sobre o que nos apaixona que ela surgirá. Acredito mais que é quando tomamos decisões difíceis, daquelas que fazem doer a barriga, tirar o sono, pensar várias vezes nelas que, passados uns tempos, surge, amarra-nos e diz-nos "quanto tempo vais continuar a contrariar o vento que te trouxe até mim?".

A paixão é um estado de loucura. Faz-nos perder as amarras ao material, ao físico, ao racional. O tempo congela. Ou nem damos por ele passar.

Faz-nos correr riscos. Desafia-nos todos os dias. Leva-nos ao alto e baixo mesmo dentro do próprio dia. Por isso, não dura mais do que 3 meses. Mostra-nos, durante esse tempo, o nosso potencial. Abana-nos com frases de "já fazias algo pela tua vida". Não nos quer moldar, não nos quer definir, não nos quer para sempre porque sabe que não pode ficar. Produz amor e dor. E vem fazer exatamente o que tem a fazer. Fazer-nos acreditar que existe paixão, fazer-nos acreditar na verdadeira motivação, fazer-nos acreditar no amor, fazer-nos acreditar. No fundo, o propósito dela é fazer-nos acreditar. 
Depois dela, só haverá o After. 

Quando bate forte

28F2F87C-B791-443C-B70D-244AADF0063F.jpeg

19
Jun20

Workshop On-line “Respiração em atenção plena”

MartaGomes Saúde da Mulher

A73E7036-9A5B-4889-A658-1634C207E735.jpeg

Bebé, semeias hoje.

Colhes amanhã.


Não, não é um workshop onde vou dar técnicas de agricultura. Não, não é a minha área. Mas a minha área é o orgânico, o biológico. É a compreensão do corpo, do seu funcionamento, do seu ritmo, do seu movimento. 
A respiração é o que nos dá vida. É o que nos permite viver de forma independente, sem máquinas ou botijas. É aquilo que fazemos constantemente sem pensarmos. É automática e queremos que assim seja para continuarmos neste mundo.  Mas, será que quando pensamos nela, quando a trabalhamos conscientemente, não estamos a conectar o corpo com a mente? Estamos! A respiração é um dos nossos maiores veículos de conexão. Conexão entre o corpo e mente, conexão com o presente, conexão com as nossas intenções, conexão com tudo pelo qual somos gratos, conexão com a vida. 
E é isso que vamos fazer neste workshop online dia 27 de Junho às 15horas. 
Serão partilhadas técnicas de respiração consciente, ferramentas para viver no presente e técnicas para despertar os sentidos. 
Resumindo, foco em inspirar coragem e expirar medo.

Inscrições até dia 24 de Junho através do e-mail barrigasdsonho@gmail.com

 

Data: 27 de Junho de 2020

Local: online, via zoom

Horário: 15-16h

Investimento: 15€


Se querem investir no auto-cuidado, este é o workshop para vocês. ❤️

Com carinho,

Marta Gomes

 

01
Jun20

Comunidade Barrigas d'Sonho: como funciona?

MartaGomes Saúde da Mulher

Na Marta Gomes - Saúde da Mulher estão disponíveis diversos serviços com o objectivo comum de oferecer à Mulher os melhores cuidados de saúde online.

Desde consultas, workshops, programas e a Comunidade Barrigas d'Sonho, tudo se foca nas necessidades do público feminino permitindo o seu cuidado, a sua potenciação através de um clique, sem necessidade de deslocação, sem enfrentar o trânsito ou desesperar com estacionamentos e, sem pensar em ter que viver em grandes cidades para ter mais e melhores acessos à saúde. 

Ela está, agora, num formato digital, pronta para melhorar a vida da Mulher.

IMG_5631.jpg

 

Defino a Comunidade Barrigas d'Sonho como uma coroa de flores. É um círculo. É um conjunto de mulheres formando grupos. E grupo a grupo é formada uma comunidade. É, também, um ciclo. Um ciclo de 3 níveis, em que cada mês é um nível, com descobertas, auto-conhecimento e experiências. E um novo ciclo de repetição destes 3 níveis com o objectivo de auto-reconhecimento, integração da mudança e novo mindset sobre nós próprias. 

Ou seja...

O primeiro nível é uma avaliação. Uma avaliação e um conhecimento do próprio corpo. Avaliam a respiração, avaliam a capacidade de ativação abdominal, avaliam a mobilidade de pés, tornozelos, punhos e estabilidade escapular e, por último, a querida mobilidade pélvica.

As sessões têm todas um encadeamento sendo que precisam sempre da sessão anterior para a realização da seguinte. Há uma integração entre elas colaborando no desenvolvimento da consciência corporal continuamente.

O nível 2 é um nível de libertar e drenar. É um nível de potenciação da respiração e flexibilidade tornando o corpo menos tenso e com menos retenções.

O nível 3 é um nível de potenciação de competências. Um nível de explorar o controlo motor ao máximo.

No final dos 3 níveis, o fim de um ciclo, inicia-se um novo ciclo. Um ciclo de repetição dos 3 níveis, repetição do programa para que reconheçam as diferenças no corpo após 3 meses. Ao voltar ao nível 1, ao voltar a avaliar ou reavaliarem-se, vão ter consciência da evolução do vosso corpo e irão trabalhar a capacidade para se reconhecerem no vosso novo corpo. É muito importante estas competências para verem e sentirem como a mudança aconteceu. E por aí em diante.

 

Uma comunidade com uma sessão prática por semana e um workshop temático por mês. A sessão prática é formada por estratégias de toque e movimento (contendo pilates, yoga, movimento natural). O workshop tem uma componente teórica e uma componente prática independentemente do tema. Todas as sessões são presenciais via zoom. Terão acesso à gravação das sessões através de um grupo no Telegram para partilha das gravações. Podem fazer as sessões em modo presencial, como podem realizá-las através das gravações dando-me feedback do que sentiram e de dúvidas que tenham. No Telegram podem também expor as dúvidas e partilhar experiências umas com as outras de forma a potenciar a inter-ajuda e a motivação para o auto-cuidado. O foco da comunidade é este. Dedicarem uma hora, pelo menos, uma vez por semana para vocês próprias. Para pararem, focarem-se no vosso corpo, conhecê-lo, senti-lo e desafiá-lo. E a maior vantagem de todas é que podem fazê-lo no horário que mais vos convier estabelecendo a vossa rotina própria usando as gravações. Como podem, também, fazer a vossa sugestão do horário para a sessão presencial e, de forma a encaixar todas as sugestões, prometo encontrar o horário mais vantajoso para os grupos. 

 

Proponho a subscrição da comunidade por, pelo menos, 3 meses para que completes o ciclo. Mas, a subscrição será mensal.

Três meses é o timing ideal para reproduzir mudanças no nosso corpo, hábitos, rotinas, e, acima de tudo, tornar-nos capazes de cuidar mais de nós próprias e permitirmo-nos receber desformatando o constante "dar, dar, dar" que nós mulheres fomos "programadas" para o fazer. 

 

Para mais informações sobre a subscrição mensal, dúvidas de não te sentires segura, confiante da tua condição física, presença de alguma patologia ou limitação, envia-me email para barrigasdsonho@gmail.com e esclarecerei todas as dúvidas. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D